A promoção do Vinho Verde

Ao longo destas três noites em que a Praça da República será um espaço vibrante de música e intensa afluência de público, decorrerá entre as 21 e a 01 horas, uma mostra vínica centrada na divulgação do Vinho Verde.

Na presente edição, a mostra vínica beneficiará de uma maior proximidade com o espaço público de assistência aos concertos, sendo instalada no corredor central da Praça da República. A partir das 21.30h, o recinto da Praça da República contará com animação musical com a atuação do duo Aline Acoustic, num ambiente Soul e Blues.

Sub-região de Monção e Melgaço

Quinta das Pereirinhas

Quinta das Pereirinhas - Alvarinho de Monção, Lda. é uma empresa familiar vocacionada para a produção, transformação e comercialização de vinho Alvarinho. Os vinhos produzidos na Quinta das Pereirinhas honram uma tradição de excelentes vinhos que esta Quinta e esta família produzem à longa data, especialmente os Alvarinhos.
http://www.foraldemoncao.com
https://pt-pt.facebook.com/QuintadasPereirinhas/

Quinta de Santiago

A Empresa da Família Santiago - Nenúfar Real, Sociedade Agrícola Lda., pretende ser um elo de ligação entre o passado e o presente. O legado das gerações passadas, que de forma empírica se dedicaram desde sempre, com alma e sabedoria à cultura do vinho Alvarinho e a paixão e profissionalismo da geração mais jovem, deram glória aos vinhos Alvarinho - Quinta de Santiago, produzidos pela terceira geração da família. Os vinhos Quinta de Santiago estão repletos de histórias e pretendem mais do que um vinho, ser uma experiência, um momento de partilha.
http://quintadesantiagoalvarinho.blogspot.com
https://www.facebook.com/quintadesantiagoalvarinho/

Terras de Conclave

Terras de Conclave, é um vinho que provém de vinha da sub-região de Monção e Melgaço. A sua leveza, juventude e frescura torna-o num harmonioso e saboroso vinho verde de alta qualidade. Um óptimo vinho para acompanhar com mariscos, aves, pratos de bacalhau, peixe fumado ou fresco.
http://www.terrasdeconclave.pt
https://pt-pt.facebook.com/TerrasDeConclave/

Sub-região do Lima

Adega Cooperativa de Ponte da Barca

A Adega Cooperativa de Ponte da Barca é uma instituição cinquentenária, que agrega cerca de 1.100 associados e detém uma área de produção de 900 hectares, fundamentalmente localizada nos vales dos Rios Lima e Vez. Com uma visibilidade crescente, quer a nível nacional, quer nos diversos mercados externos, dada a excelência dos seus vinhos, a Adega Cooperativa de Ponte da Barca tem merecido o elogio unânime da crítica especializada e dos consumidores em geral, fato que lhe tem valido a atribuição de numerosos galardões.
http://adegapontedabarca.pt
https://www.facebook.com/adega.pontedabarca

Aromas4u

A empresa AROMAS4U surgiu da vontade de dar a conhecer um conjunto de experiências adquiridas ao longo de 20 anos de ligação à Terra, procurando antecipar tendências de mercado, sempre com o objetivo de proporcionar aos nossos parceiros e consumidores produtos de elevada qualidade. Os Aromas 4U vão perdurar na sua memória e vão despertar-lhe os sentidos. Faça uma pausa e reconheça a excelência d'Os Sentidos da Nossa Terra, com os Aromas 4U.
www.aromas4u.pt/
https://www.facebook.com/aromas4u.lda/

Caroça

CAROÇA é o termo atribuído às capas de junco utilizadas no Norte de Portugal. Este traje, que nos faz trilhar pela história até ao Neolítico - período em que o homem recorria a fibras vegetais para criar vestuário e os telhados das cabanas - é um marco que remanesce ainda de técnicas ancestrais de cestaria. Com todas as partes que a compõem dispostas no sentido longitudinal, acolhia o medo da neve e da chuva que castigavam o Homem das terras altas, obrigado a passar longos períodos nas serras a apascentar o gado ou a trabalhar a terra. O Caroça monocasta Loureiro ganhou em junho de 2018 o 1º Prémio na Categoria Vinho Verde de Casta Loureiro do XVI Concurso de Vinhos Verdes de Ponte de Lima.
http://carocawine.com
https://www.facebook.com/carocawine/

Casa da Cuca

Através de uma recolha de plantas em vias de extinção junto de agricultores da freguesia de Moreira do Lima, a Casa da Cuca conseguiu voltar a utilizar castas hoje reconhecidas como minoritárias, Cainho de Moreira do Lima e Galeguinho, trazendo biodiversidade na vinha e consequentemente aos vinhos produzidos. Por outro lado, são castas já adaptadas às sub-regiões onde foram plantadas há muitos anos, ou melhor ainda, de onde elas surgiram, por mutação ou cruzamentos naturais. Através desta recuperação a Casa da Cuca pode novamente produzir o tão procurado vinho branco de Moreira do Lima, que em tempos deu fama aos vinhos brancos deste vale.
https://casadacuca.com
https://www.facebook.com/Casa-da-Cuca-320238214705930/

Paço Velho

O vinho Paço Velho é produzido com uvas colhidas numa propriedade situada no lugar de Paço Velho, freguesia de Paçô, em Arcos de Valdevez, com cerca de oito hectares, três dos quais destinados à produção de uvas: dois hectares destinam-se a uvas de casta Loureiro e um hectare a uvas de casta Vinhão. Em 2017, ampliámos a nossa produção em mais um hectare. A propriedade está disposta em socalcos com exposição a sul - sudoeste, com um tipo de solo granítico, franco arenoso. Estas características sugeriam-nos os bons vinhos que agora produzimos: vinho loureiro e vinho vinhão. O primeiro é um vinho jovem, floral e frutado, que envelhece bem; e o segundo é um vinho tânico, perfumado, que exala fruta vermelha agridoce e suculenta. Em ambos os casos, utilizamos processos de vinificação minimalistas, de modo a preservar as características típicas destas castas, que se dão muito bem nesta sub-região e de modo, também, a preservar a saúde e o bem-estar dos nossos consumidores. Estamos em modo de Produção Integrada, utilizamos, portanto, práticas agrícolas e enológicas amigas do ambiente e do consumidor. Em Paço Velho, a qualidade é a nossa primeira prioridade, que começa no tipo de poda que praticamos, seguida da rigorosa seleção das uvas, na vindima, e numa vinificação rigorosa. Fazemos fermentações longas, a temperaturas baixas e estágio em borras finas, por um período nunca inferior a quatro meses.
http://vinhos.arcosdevaldevez.pt/?page_id=621

Pecadinhos do Abade

Bagos dourados, colhidos à mão no Vale do Lima e criteriosamente selecionados, dão corpo a vinhos de qualidade superior com a cor do sol e a alma do verde Minho, numa complexa mistura de aromas e sabores, equilibrada e estimulante, que nela encerra os segredos de uma tradição cultural. O Espumante de Vinho Verde Loureiro Pecadinhos do Abade reforça as características de frescura aromática, associadas a uma maior complexidade gustativa. https://www.facebook.com/Vinhos-do-Abade-1617181651932369/

Phulia

Os vinhos Phulia nascem da vontade e empreendedorismo de dois jovens com objetivo de bem fazer o que de tão rico tem a região, o Vinho Verde! Esta marca criada em 2014 inspira-se no espírito festivo da cidade de Viana do Castelo, expressando a alegria e o colorido do povo que celebra na rua em dias de romaria. O próprio rótulo dos vinhos Phulia está muito ligado às tradições do Alto Minho, integrando vários símbolos de Viana: os três círculos representam as três libras que as mordomas levam no dia do casamento, e que representam a virgindade.
O vinho branco 100% Loureiro e o Rosé 100% vinhão são vinhos totalmente gastronómicos, para acompanhar uma boa refeição.
http://www.phulia.pt
https://pt-pt.facebook.com/phulia.wine/

Quinta do Formigueiro

Quinta do Formigueiro é uma empresa de base familiar que produz vinhos "VQPRD" de qualidade superior, através de processos ancestrais que os diferenciam dos outros, por serem vinhos marcados pelo seu "terroir" e não parametrizados. Com uma área total de vinha de cerca de 26.446 m2, situada na meia encosta com uma exposição solar virada a nascente, utiliza o sistema de condução de vinhas "Cordão - Simples Ascendente". 20.266 m2 destinam-se à produção de uvas tintas da casta Vinhão e os restantes 6.186 m2 à produção de uvas da casta Loureiro.
http://www.quintadoformigueiro.com
https://www.facebook.com/Vinhos-Verdes-Quinta-do-Formigueiro-327973562412/

Solar de Merufe

Solar de Merufe é uma quinta situada no vale do Lima com origens eclesiásticas medievais, produtora de vinhos biológicos certificados com reconhecimento de prémio Internacional "Best of Wine Tourism", preparada com espaços e organização para grandes eventos (Festas, Aniversários, Casamentos, Congressos, Lançamentos de produtos, etc).
http://solardemerufe.pt
https://www.facebook.com/solar.merufe/

Sub-região de Baião

Adega do Mato

Raul Vaía dos Santos Magalhães decide em 2012 recuperar a adega centenária e iniciar o projecto e sonho da família de produzir Vinho Verde.
A Adega do Mato situa-se em Balteiro, na Quinta do Mato, no concelho de Ribeira de Pena, e limite da região Demarcada dos Vinhos Verdes. As vinhas têm cerca de quatro hectares e estão orientadas para sul. A selecção das castas Arinto, Loureiro e Azal e a envolvência das vinhas por densos pinhais e a proximidade ao rio Tâmega, criam condições especiais para a elaboração de vinhos com carácter único. A criteriosa e cuidada selecção de uvas, o rigor da vinificação mais uma enologia de vanguarda, permitiram o premiar e o enaltecer os seus vinhos no mercado através do Adega do Mato.

Quinta do Mato

Sub-região do Cávado

Quinta do Tamariz

A Quinta do Tamariz assume com orgulho o estatuto de Vitivinicultor Independente, sendo vinificados exclusivamente uvas da própria quinta, provenientes de castas autóctones em modo de produção integrada, a fim de assegurar o pleno controlo da qualidade do vinho. Tendo sido pioneira na região no engarrafamento de vinhos monovarietais, os Quinta do Tamariz Loureiro, Quinta do Tamariz Arinto e Quinta do Tamariz Alvarinho, a Sociedade Agrícola lançou também um vinho "blend", com estas 3 castas brancas, e que se apresenta como um vinho branco de excelência, numa edição limitada. Não são apenas os sabores da terra que vai encontrar nos vinhos da Quinta do Tamariz. No processo de vinificação e engarrafamento procura-se conservar a memória de um tempo que nos sobreviveu. A mesma paixão dos nossos antepassados serve de mote para que cada garrafa seja uma experiência que certamente não vai esquecer. Para além da vinha, a Quinta do Tamariz conta com 10 hectares de árvores com mais de 25 anos e todo um jardim diverso em flora, tendo sido galardoada com o prémio "Best of Wine Tourism" na categoria "Arquitetura, Parques e Jardins" pela Great Wine Capitals em 2008.

Mostra vínica 2017

Mostra vínica 2017
Mostra vínica 2017
Mostra vínica 2017
Mostra vínica 2017
Mostra vínica 2017
Mostra vínica 2017